A Nova Jerusalém

(Janduhy Finizola)

 

Do trabalho com amor nasceu

Um cenário de tempos passados que não morreu

Na pedra o homem talhou, sua fé, sua luta brotou

E lá no Nordeste, nas terras do agreste

Pra sempre ficou

Nova Jerusalém, Nova Jerusalém } bis

Me inspira também

Nova Jerusalém

No mundo que vem de Jerusalém

 

Mão que faz a muralha

Vai ao campo trabalha

Lá na cena, o ator

Mas também lavrador plantou

 

A semente lá a terra está

Gente simples que desperta no tempo

Que força dá

O povo, a raiz, que me diz

A verdade dos versos que fiz

A partir deste chão, verão gerações

Nova Jerusalém

 

Era um mundo calado

Todo feito ninguém

Onde o homem criou

União, multidão, mutirão, construção

Nova Jerusalém

 

A verdade da vida, a luz infinita

A paz que se faz

O amor que nos traz Jesus

 

LP:LUIZ GONZAGA; 1973; Odeon