Ai Amor

(Zé Dantas e Luiz Gonzaga)
 

Ai amor, és cruel

Mas teus lábios de mel

Dão prazer que compensa

Essa ingratidão, essa dor

 

Ai amor, eu pequei

Se juntou a teu viço

Pra completar teu sabor

 

O meu coração

A ti ficou preso

Eu só tenho medo

Que me dês o desprezo

Por isso, eu te peço

Um grande favor

Quero que tu me odeies

Mas não me esqueças meu amor

 

78 RPM 1955