Alvorada Nordestina

(Orlando Silveira e Dalton Vogeler)

 

Olha o céu mudou de cor

Lua se escondeu

Sensitiva flor murchou

Todo o campo se acendeu

Belo horizonte, atrás dos montes

O sol nasceu

 

Mais um dia raiou enfim

E a esperança vem renascer em mim

Ver meu campo florir

As aves cantando e agente a sorrir

 

Quando o céu mudar de cor

Lua se esconder

Quando o sol também se for

É sinal que vai chover

Volta a paz então

No meu sertão é só vive

 

 

LP: EU E MEU PAI; 1979; RCA