Braia Dengosa

(Zé Dantas e Luiz Gonzaga)

 

O maracatu dança negra

E o fado tão português

No Brasil se juntaram

Não sei que ano ou mês

Só sei que foi Pernambuco

Quem fez essa braia dengosa

Quem nos deu o baião

Que é dança faceira e gostosa

 

Português cum fado e guitarra

Cantava o amor

E o negro ao som do batuque

Chorava de dor

Com mele, com gonguê

Com zabumba, e cantando nagô

Ôi, foi a melodia do branco

E o batucado em zulú

Tem no teu baião

Que nasceu do fado e do maracatu

 

78 RPM V801689a 1956