Cana Só de Pernambuco

(Luiz Gonzaga e Victor Simon)

 

Eu sou do Norte

Rumei para São Paulo

Fui mudar de sorte

Com o fole na mão

Corní de tudo

Comida italiana

Bife parmegiana

Canelão de macarrão

Provei também

A tal de passarela

Bebí da caipirinha

E vinho de garrafão

Mas eu confesso

Não é por ser de lá

Cana pernambucana

 

É a maior, meu irmão

Oxente!

 

Quando falo, não retruco

Oxente!

Cana só de Pernambuco } bis

78 RPM V801333a 1954