Cantarino

(Nelson Valença e Luiz Gonzaga)

 

Volto agora a minha terra

Volto agora ao meu sertão

Trago pra minha gente

Trago amor no coração

 

Quero ouvir a Asa Branca

Contemplar o amanhecer

Quero amar este recanto

Terra que me fez nascer

Canta, canta, cantarino

Quero ouvir o teu cantar

Canta, canta, cantarino

Canta para me ajudar

Teu canto é a promessa

De um ano chovedor

Teu canto é a esperança

De um povo sofredor

 

Voltarei a ser vaqueiro

Ou modesto lavrador

Cantarei com repentista

Esperança, paz e amor

Vou lutar por minha gente

Abraçar o meu sertão

Cada sertanejo, amigo

Cada amigo, um irmão }bis

 

Canta cantarino

O vento soprando lá na serra

Canta catarino

É sinal de lavoura na minha terra } bis

 LUIZ GONZAGA; 1973; Odeon