Chapéu de Couro e Gratidão

( Luiz Gonzaga e Aguinaldo Batista)

 

Aquela sanfona branca

Aquele chapéu de couro…

Como é bonito Benito

Quem é poeta e que ver

Como é bonito Benito

Poetas como você

A minha sanfona branca

Cor da paz do sonhador

Sonha que é teu piano

Tocando coisas de amor

O meu sol nasce mais cedo

Não tem hora pra largar

Racha pedra, queima a pele

Dá mais força no cantar

Como é bonito Benito( bis)

 

A minha voz de Nordeste

Vai ser som universal

Quando nós cantarmos juntos

Meu baião na capital

Bato palmas, trago flores

De Januário, a benção

E no meu chapéu de couro

Nada mais que gratidão

Como é bonito Benito ( bis)

CHÁ CUTUBA; 1977; RCA