Chico Valente

(Rildo Hora) 

 

No interior das Alagoas

Num lugar prá lá de quente } bis

Pro lugar ficar pior

Nasceu Chico Valente

 

Desde menino sempre foi danado

Deixava o povoado sempre em confusão

Na escola não foi, nem passou por perto

Dizia que o mundo não estava certo

Falar bonito pra viver na roça

Morar só em palhoça e dormir no chão

Também quem é filho de Anacleto

Já assina o nome, não morre analfabeto } bis

 

No interior das Alagoas

Num lugar prá lá de quente

Pro lugar ficar pior

Cresceu Chico Valente } bis

 

No pau de fogo se formou

Foi doutor em valentina

Meio mundo enfrentou

Ninguém lhe desmentia

Por certo dia viu em seu caminho

A flor mais perfumada lá da região

Falou de amores, seguiu sorrindo

Os passos aflitos de Conceição

Moça bonita, jóia prometida

Para enfeitar a vida de um seu doutor

E assim enfrentou pela vez primeira

Outro valente que lutou pelo seu amor

 

No interior das Alagoas

Num lugar pra lá de quente } bis

Pro lugar ficar melhor

Morreu Chico Valente

CANAÃ; 1968; RCA VICTOR