Côco-Xeem

(Severino Ramos e Jacy Santos)

 

Tome intendênça

No côco muié

È côco xêem

Feito pra dançar

Tome intendênça

No côco muié

Tome intendênça no côco

E vamo côco vadiar

 

Olhe as cadeira

Dessa nega bole bole

Que parece até o fole

Da sanfona do Neném

Olhe as cadeira

Dessa nega tem um molho

Todo mundo bota o olho

Quando dança o xêem

Xêem, xêem, xêem

Todo mundo bota o olho

Quando dança o xêem } bis

 

E quando eu chego

Lá na sede do Tonhé

Eu fico logo sapeca

Quando a nega diz que vem

Falo que a preta tem é mais

E dou valor

Pois a nega é mesmo show

Quando dança o xêem

Pois a nega é mesmo um show

Quando dança o xêem } bis

SÃO JOÃO DO ARARIPE; 1968; RCA VICTOR