Dia de São João

( Rildo Hora)

 

Todo dia de São João (bis)

Traz saudade do sertão

Há tanto tempo

Que eu não vejo a minha gente

Meu Pernambuco

Todo doidinho pra te ver

A minha casa

Meu gibão, minha cabocla

Meu pé de serra

Terra que me viu nascer

 

A gente corre

Pelo mundo alvoroçado

Até esquece de escrever

Pra quem ficou

Mas nessa vida que

A gente apanha um bocado

Faz meia-volta

E pega o trem que apitou

SÃO JOÃO QUENTE; 1971; RCA