Fulô da Maravilha

(Luiz Bandeira)

 

Belezinha é fulô da maravilha

Quem te diz sou eu

Maravilha da fulô } bis

 

A fulô da maravilha

Eu comparo a belezinha

Sendo pouco apreciada

É fulô mais modestinha

Quando sinto seu abraço

Penso até que o mundo é meu

No forró da vida vamos

Eu e ela, ela e eu

Sem saber o que dançamos

Eu e ela, ela e eu

 

Dona da simplicidade

Ela se faz dona da gente

Com olhar de amizade

Carnaval, um riso quente

Belezinha maravilha

É fulo do verso meu

Quero mundo festejando

CAPIM NOVO; 1976; RCA