Garota Todeschini

(João Silva e Luiz Gonzaga)

 

Garota Todeschini

Ouça bem essa homenagem

Que um caboclo de coragem

Sanfoneiro e cantador

Que nunca cantou vantagem

Nem na luta e nem no amor

Você gauchinha merece

Toda minha gratidão

Por fazer esta sanfona

Pr’ eu tocar o meu baião } bis

 

Quando boto ela no peito

Sinto o mundo em minha mão

Cada baixo representa

Um pedacinho do sertão

É dela que tiro o pão

Com ela é que eu dou estudo

Garota Todeschini, prenda minha

Com essa gaita e você sou tudo } bis

ÓIA EU AQUI DE NOVO; 1967; RCA VICTOR