Ladrão de Bode

(Rui Moraes e Silva ) 

Vida boa, vida alegre

Minha vida é um pagode

Me criei comendo cabra

Vou morrer roubando bode } bis

 

Seu delegado me solte

Que agaranto ao senhor

Se aprendí a roubar bode

Foi meu pai que me ensinou

Desde o tempo de menino

Com o fiando meu avô }bis

 

Eu tenho catorze filhos

Tive o gosto de ensinar

Como se rouba e se esfola

Seja qualquer animá

Mando enterrar o couro

Roubo e não deixo assinar } bis

 

Não adianta chibata

Nem bolo de parmatória

Me soltou, roubo de novo

E acabou-se a história

Sua glória é ser soldado

Roubar bode é minha glória } bis

VOU TE MATAR DE CHEIRO; 1989; Copacabana