Maria Baiana

( João Silva e Zé Mocó)

 

Maria Baiana

Pra donde tu vai?

Maria Baiana

Vá levando o que é seu

Vai deixando o que é seu

Vai eixando o que é meu

Ou daqui você não sai } bis

Que danado deu em você

Que mudou tão de repente?

Não se pode dar asa a cobra

Que ela voa e morde a gente

Pegue todos os seus direitos

Deixe o fole, o tamborete, o candieiro } bis

Que o resto eu aproveito

SANFONEIRO MACHO; 1985; RCA-Camden