Menestrel do Sol

(Humberto Teixeira)

 

Pé na estrada sem descanso

Sem parar prá ver

Tempo e chão que percorrí

Os gritos que eu plantei

Menestrei do sol

Na vida eu só cantei

Juntando irmão com irmão

Eu esqueci, ai, de viver

 

Ai, ai quanta saudade

O beijo que eu não dei

As coisas que eu não tive

São lembranças que guardei

Ai, que curta vida

Prá quem tanto viveu

Os sonhos de outras vidas

Que ajudei com o canto meu

 

Povo e terra

E eu cantando sem me aperceber

Dos momentos que eram meus

Não voltam mais, eu sei

 

Menestrel do sol

Caminhos que eu cruzei

Destino dividiu

Em mil destinos, meu niver

CHÁ CUTUBA; 1977; RCA