Minha Fulô

( Zé Dantas e Luiz Gonzaga)

 

Minha fulô

Ai que saudade

Ai, ai que dor

Ai, ai, ai, minha fulô

 

As fulô do meu sertão

São bonita e são cheirosa

O pau d’ arco e o pau perêro

Faz inveja a qualquer rosa

Canafista e muçambê

Eu nem sei qual mais formosa

 

É por isso

Que as abeia

Mandaçáia e jandaíra

Sanharó e uruçú

Faz um mel que admira

Vendo as abêia

Bebê mel beijando as frô

Só rescordo o favo doce

Dos beijos do meu amor

78 RPM V801405b 1954