No Piancó

(José Marcolino e Luiz Gonzaga)

 

Você não pense

Que só é no Moxotó

Que tem cabra extravagante

Ele não está só

Vou lhe provar

Que também no meu estado

Tem sujeito viciado

Como tem no Piancó

Se atirar pra burro brabo

Segurar o mocotó

 

Dá nó em cobra

Isto lá é brincadeira

Vi cabra pegar pexeira

Dela retalhar-le a mão

Montar em touro

Amansar botar a canga

Vi um cabra de Pitanga

Fazer isso em Conceição

Lá viveu Clementino

Que brigou com Lampião

 

Lá tem morena, tem

Que tem sorrido também

Que ido lá um Alguém

É de ficar e chorar

Morena que a natureza

Lhe confiou a beleza

No piancó

Quem vai lá

Não quer voltar

Ô VÉIO MACHO; 1962; RCA VICTOR