Piauí

(Sylvio Moacir de Araújo)

 

Ai, ai, ai,ai

Que saudades do Piauí

Ai, ai, ai,ai

Qualquer dia

Estarei por ai

 

Os anos foram passando

Meu cabelos prateando

Mas esquecer não conseguí

Terra onde o sol brilha mais

Não existem dois iguais

Só conheço o do meu Piauí

 

Mulheres que não se esquece

Como se fossem uma prece

Em um santuário a rezar

Poetas que sabem dizer

Belezas de enternecer

Que um dia me farão voltar

 

O vaqueiro do sertão

Que faz de um aboio, uma canção

Só tem lá em Campo Maior

Sabe sofrer, sabe amar

E agora vou lhe ofertar

Estes versos que eu canto em menor

78 RPM V800962b 1952