Pobre do Sanfoneiro

(Luiz Gonzaga e João Silva)

 

Pobre sanfoneiro

Não sei o que tem

Alegra todo mundo

Num dá sorte com ninguém

Ora veja bem

Chega no forró

 

Dá de mão no fole

E tome gole no gogó

Aí começa a festa

Tudo bonitinho

Tem nego forrozando

Chega fica miudinho

É quando bêbo chato

Torna a chatear

Com o fandango cheio de cana

Pede um rock pra dançar

 

Aí lascou! Quem é brabo morre

Quem é frouxo, corre

E acabou o furunfá } bis

 

E olhe a foice e a faca

Quebra de cadeira

E olhe a foice e a faca

Nego na carreira

E olhe a foice e a faca

Na hora de receber

Pobre sanfoneiro

Dinheiro que é bom não ver } bis

DE FIA PAVI; 1987; RCA Vik