Quase Maluco

(Victon Simon)

 

Tou quase maluco

Pra ver meu Pernambuco

Também ver os engenhos

E as belezas que tem lá

Rever o meu mocambo

Trepar no pé de jambo

Deitar nas folhas secas

Do meu velho jatobá

 

Chupar cana caiana

Vendo a pernambucana

Dançar o lindo frevo

Cantar o maracatu

Chupar mangaba e manga

Comer pinha e pitanga

Tomar da chica boa

Tira gosto de caju

 

Uma vontade eu tenho

De ver naquele engenho

A linda moreninha

Que um dia eu deixei

Ai, ai, que sede louca

Tou com água na boca

A relembrar o suco

Da garapa que tomei

 

Ô que saudade infinita

Pra ver Recife linda

E aquelas velhas pontes

Numa noite de luar

Eu tou quase maluco

Pra ver meu Pernambuco

Ver o Capibaribe

E abraçar o verde ma

78 RPM V800643b 1950