Quero uma Mulher

(Luiz Gonzaga e João Silva)

 

Eu quero uma mulher

Mas sabe como é que é

É de dia pro roçado

De noite levar meus pé

E de manhã trazer na cama

Um caneco de café

Uns quatro, cinco cheiro

E uns dezoito cafuné

 

Isso que é muié

Isso que é muié } bis

 

Eu caso até com uma ruiva

Preta, branca ou ruiva

Mas que traga na bagagem

Alguma coisa de vantagem

 

Um cachimbo de barro

Um pinico, uma esteira

Uma cama, uma peneira

Uma cama de vara

Uma calça de caruá

Uma jumenta véia

Com cangáia e caçuá

 

E no me importa

Que me chamem caloteiro

Presepeiro ou xexeiro

O que eu num quero é trabaiá

 

Isso que é muié

Isso que é muié } bis

AQUARELA NORDESTINA; 1989; Copacabana