Sequei Os Olhos

(Luiz Gonzaga e João Silva)

 

Sequei os olhos

De tanto o céu olhar

Nenhuma lágrima

Não posso nem chorar

Nem uma nuvem

Bonita prá chover

E desse jeito

Não tem jeito prá viver

 

Eu vi a chuva Zunindo no telhado

E as goteiras

Zunindo lá no chão

Sartei da rêde

Gritando é o inverno

Meu Pai Eterno

Era sonho meu irmão

 

Fui ao terreiro

Prá dar uma espiada

Não vi sina De chuva nem de orváio

Pedi a Deus

Aos homens e a ciência

Uma emergência

Uma frente de trabáio

 

Eu tenho pena

De ver os meus bichinho

Cada vez mais

Ficando naniquinho

 

Eu tenho gana

De desaparecer

Sem ter um jeito

De lhes dar o que comer       Bis

70 ANOS DE SANFONA E SIMPATIA; 1983; RCA