Terra, Vida e Esperança

(Jurandy da Feira)

 Estou no cansaço da vidaEstou no descanso da féEstou em guerra com a fomeNa mesa, fio e muié Ser sertanejo, senhorÉ fazer do fraco forteCarregar azar ou sorteComparar vida com a morteÉ nascer nesse sertãoA batalha tá acabandoJá vejo relampearAbro o curral da misériaE deixo a fome passar O que eu sinto, meu senhorNão me queixo de ninguémO que falta aqui é chuvaMas eu sei que um dia vemVai ter tudo de fartura

Prá que teja o que não tem

DANADO DE BOM; 1984; RCA-Camden